Blog » Negócios » Shopping ou loja de rua? Qual a melhor escolha para você?

Shopping ou loja de rua? Qual a melhor escolha para você?


À procura do melhor lugar para instalar sua loja? A escolha entre shopping ou loja de rua pode ser difícil para os lojistas, por isso fizemos um pequeno roteiro com dicas a serem seguidas na hora de tomar essa importante decisão.

loja de shopping vantagens

Público-alvo

Primeiro de tudo, é preciso estudar se o público-alvo que você deseja atingir é frequentador de shoppings. Também é preciso estudar a região em que o shopping está e se o acesso é fácil para clientes de outros bairros.

Além disso, não é apenas querer: a administradora do shopping é quem define qual será o mix de lojas que irá compor o espaço comercial. Ou seja, você precisa ser aprovado pelo shopping antes de entrar lá, e esse mix diz muito sobre o público que o shopping deseja conquistar.

Segurança

Lojas de shopping automaticamente são muito mais seguras do que uma loja de rua. O ambiente é fechado, há seguranças pelo local e o acesso à loja não é direto (precisa-se passar pela entrada do próprio shopping e só depois chegar em sua loja).

Para estacionar em shopping, os clientes não precisam deixar o carro na rua, o que também diminui o risco de assaltos e roubos.

Comodidade

Conforme já falamos acima, o estacionamento é um diferencial que garante não só conforto para os consumidores como também traz mais comodidade, já que quase sempre é possível encontrar uma vaga. A maioria dos shoppings oferece vagas cobertas, o que traz mais um ponto a favor.

Os shoppings também possuem banheiros, praça de alimentação, locais para descanso e lazer, coisas que uma loja de rua não tem como oferecer. Além disso, são cobertos e climatizados, não importando como está o tempo lá fora.

loja de rua

Concorrência

Atualmente, existem 547 shoppings no Brasil, com expectativa de serem 568 até o final de 2016 (dados da Abrasce – Associação Brasileira de Shopping Centers). Ao mesmo tempo em que isso é uma oportunidade para o lojista se instalar, também deve ser encarado como sinal de concorrência: várias lojas do mesmo setor estarão localizadas a poucos passos da sua.

Ou seja, você deve caprichar no atendimento e diferencial da sua loja e oferecer um produto de qualidade, pois o cliente que não gostar de alguma coisa só precisará caminhar até a próxima loja para procurar o que deseja em outro lugar.

Custo

Se você está abrindo o primeiro negócio de sua vida, deve considerar que ela seja uma loja de rua, pois os custos são bem menores do que uma loja em shopping, onde há custos obrigatórios para qualquer lojista. No seu planejamento, esses custos devem ser de no máximo 15% do faturamento mensal da sua loja. Mais que isso, você pode ter prejuízo. São eles:

As luvas – que é o valor que você deve pagar pelo “ponto comercial” para o dono da loja. Esse valor varia muito, e em um shopping de São Paulo pode variar de R$400.000 a um milhão de reais.

Aluguel da loja – também não tem um valor fixo. É calculado um valor mínimo de acordo com a localização da loja (quanto mais perto da área de alimentação e maior o fluxo, por exemplo, mais alto será), e também cobrado uma porcentagem sobre as vendas. É pago o valor que for maior ao fim do mês.

Fundo de promoção – é cobrada de todos os lojistas e a administradora usa para publicidade, a fim de divulgar o shopping.

Condomínio – taxa mensal que cobre despesas como energia, água, segurança, limpeza e administração.

Jornada de trabalho

Numa loja de rua, você pode abrir somente em horário comercial de segunda a sexta-feira. Já num shopping center, você deve funcionar todos os dias, de segunda a segunda, em feriados, domingos e até o horário de fechamento, que é às 22h.

Escolher não abrir num domingo pode fazer você perder muitas vendas. Por isso, deve-se contratar mais funcionários também, para cobrir todos os turnos e garantir que a loja esteja sempre aberta.

Preparado para fazer a escolha? Conte para nós se você tem uma loja em shopping ou na rua.

(Imagens: Reprodução)



0 Comentários

Deixe o seu comentário!